5 falhas que a sua empresa não pode cometer na comunicação!

Share to Facebook Share to Twitter Share to Twitter

1 – Falta de integração na comunicação:
A palavra-chave quando falamos de comunicação integrada é planejamento. Planejar as suas ações permite uma comunicação redonda, onde cada mídia tem a sua função e trabalha de forma integrada para garantir a unidade da campanha. Sendo as mídias off responsáveis por alcançar de forma massiva o target, a mídia on responsável pela sustentação e relacionamento e o live makerting responsável pela criação de experiências marcantes, coroando a integração das mídias. Com isso em mente, você sempre terá uma comunicação integrada e completa.

2 – Tratar o digital como o offline ou o PDV:
Como diz a pensadora contemporânea: “Ado-a-ado! Cada um no seu quadrado!”. É muito comum encontrar redes sociais de empresas lotas de posts com produtos, chamadas do tipo “COMPRE AGORA MESMO” e splashs com preço gigantes, imitando os encartes de ponto de venda. A comunicação no meio digital não é bem por aí. Na verdade, nada por aí. O meio digital deve ser responsável por uma comunicação mais segmentada, buscando sempre criar relacionamentos e fortalecer laços entre marcas e pessoas, visando sempre o resultado, seja de vendas ou engajamento. Entenda esse mistério e você estará muito próximo de encontrar o Santo Graal da comunicação online.

3 – Achar que só as redes sociais são o suficiente:
Até mesmo o meio digital precisa integrar os seus recursos. Uma comunicação baseada somente em redes sociais é incompleta. Para se ter presença digital, é preciso fazer bom uso de todos os recursos que a comunicação online oferece, sempre na medida do possível e da necessidade. Sites, blogs, landing pages, SEO (Search Engine Optimization), aplicativos, e-mail marketing, mídia programática, portais de notícia, players (como o Spotify) e games são exemplos de como a comunicação no meio digital pode ser diversa e muito abrangente. Entenda que existe um universo online a ser explorado e comunique-se de forma efetiva com os seus consumidores.

4 – Presente sim. Inconveniente, jamais:
Vivemos na época em que as marcas se comunicam como pessoas, têm personalidade e até mesmo tom de você. Não seja aquela pessoa chata e falastrona, que sempre diz a coisa errada na hora errada. Seja aquele amigo interessante, que todo mundo gosta de estar perto e que conta as melhores histórias.

5 – Vender antes de se relacionar:
Entre jantar em um restaurante muito bom e jantar em um restaurante muito bom cujo dono é seu amigo, qual você vai preferir? Entender que as marcas precisam criar laços com seus consumidores é o caminho para uma comunicação eficiente. Não busque meros clientes. Sua marca precisa fazer parte do estilo de vidas das pessoas ou, sendo mais ambicioso, ser o estilo de vida das pessoas.

Entrar para a cultura de uma comunidade é estar no patamar de marcas como Apple e Coca-Cola. Ponha em práticas essas dicas e você está no caminho certo para uma comunicação mais completa.

 

*Equipe Varanda